Como o modelo educacional prejudica as notas de alunos negros, segundo este estudo

http://arc-theatre.com/company/productions/gallery/the-breakfast-club-photos/338367_10150624928264170_273792772_o/feed/ Alunos negros possuem desempenho escolar inferior ao de alunos brancos, mesmo quando estudam na mesma escola e são submetidos à mesma grade curricular ao longo do tempo. O resultado, que foi descrito por economistas em estudo publicado pela FEA (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade) da USP, aponta a discriminação racial no ambiente escolar e a alta rotatividade de professores como fatores explicativos para a diferença de desempenho entre negros e brancos. Autores do estudo, Fernando Botelho, Ricardo Madeira e Marcos Rangel argumentam que mesmo quando possuem igual desempenho escolar e disciplinar ao de alunos brancos, estudantes negros possuem maior probabilidade de receberem notas baixas.

Segundo o estudo, em termos práticos, isso significa que negros possuem uma chance 4,5% maior de repetirem a oitava série do antigo ginásio (atual nono ano do ensino fundamental). Para os autores, a discriminação na atribuição de notas decorre de fatores relacionados à estrutura educacional em um país marcado pela desigualdade racial, como o Brasil.

Nexo Jornal – 03/11/2017

 

¿Qué te pareció este contenido?

Conoce la política sobre los comentarios o textos publicados en este sitio