Alunos do fundamental já migram mais para EJA do que os do ensino médio

Mais alunos dos anos finais do ensino fundamental (do 6.º ao 9.º ano) migram para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) do que os do ensino médio. Dados inéditos, divulgados nesta terça-feira, 20, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), mostram que 2,7% dos estudantes – mais de 344,5 mil – ainda no fundamental saíram do ensino regular entre os anos de 2014 e 2015. No ensino médio, a proporção é menor, de 1,9% – 157,7 mil dos alunos.

Para cursar a EJA, é preciso ter 15 anos completos para se matricular no ensino fundamental e 18 anos, para o ensino médio. Na maioria das escolas, essa etapa – que substituiu o supletivo – ocorre no período noturno e tem uma carga horária menor.

“São estudantes que foram reprovados muitas vezes já no início da educação básica e estão em defasagem. As escolas não conseguem lidar com as dificuldades, educacionais e sociais, e ele acaba indo para a EJA, o que é muito equivocado”, diz César Callegari, integrante do Conselho Nacional de Educação.

O Estado de S. Paulo – 21/06/2017

¿Qué te pareció este contenido?

Conoce la política sobre los comentarios o textos publicados en este sitio